Energias Renováveis e Sustentabilidade

Energia Eólica

 

 

O termo energia eólica refere-se à eletricidade produzida a partir do vento. Quando o sol aquece a superfície terrestre, o ar em contacto com esta também aquece e ascende. A movimentação assim iniciada dá origem ao vento. O vento pode ser utilizado para fazer rodar as pás de uma turbina, as quais, ligadas a um gerador eletromagnético, produzem eletricidade.

 

Quanto maiores a dimensão destas e a intensidade do vento mais eletricidade é produzida. Duplicar o diâmetro de rotação das pás de uma turbina de eixo horizontal pode fazer aumentar quatro vezes a energia elétrica gerada.

 

As turbinas pequenas, com 3 a 10m de diâmetro de rotação, alimentam geradores até 100 kW de potência. Destinam-se à injeção de eletricidade numa casa ou na rede de uma comunidade isolada.

 

As turbinas grandes, com diâmetro superior a 10 m, são instaladas em grupos, parques eólicos, que operam como uma só unidade a produzir e injetar eletricidade na rede de distribuição do país (Figura 1). O funcionamento das turbinas é interrompido tanto com ventos fracos (abaixo de 4 m/s) como demasiado fortes (acima de 25 m/s). Mesmo que uma turbina pare, a produção do parque é mantida pela eletricidade gerada noutras mais afastadas, onde a intensidade do vento se mantém adequada. Portugal tinha em 2018 uma potência total instalada nos parques eólicos terrestres de 5,4 GW.

 

Figura 1 - Turbinas eólicas em terra.