União Europeia

União Europeia

Serviços Online

Fale connosco

Av. 5 de Outubro, nº 208 1069-203 Lisboa
(351) 217 922 700 / 800

Destaques/Eventos

 

Programa LIFE: 380 milhões de EUR para 168 novos projetos ecológicos em toda a Europa, alguns deles portugueses


A Comissão aprovou, no dia 24 de novembro, financiamento num montante superior a 380 milhões de EUR para 168 novos projetos em toda a Europa, ao abrigo do Programa LIFE, instrumento financeiro da EU para o ambiente e a ação climática. Trata-se de um aumento de 27 % em relação ao financiamento do ano anterior e mobilizar-se-á um investimento total superior a 562 milhões de euros. Beneficiarão deste financiamento projetos de quase todos os países da UE, ao abrigo de quatro subprogramas: natureza e biodiversidade; economia circular e qualidade de vida; mitigação das alterações climáticas e adaptação às mesmas; transição para energias limpas.

 

Os projetos LIFE ajudarão a UE a alcançar os objetivos nos domínios do clima, da energia e do ambiente, rumo à neutralidade climática até 2050; apoiam a biodiversidade, a restauração da natureza e a economia circular, contribuindo simultaneamente para a transição para energias limpas em toda a Europa.

 

Energias limpas

 

Serão consagrados 67 projetos à melhoria das condições de mercado e regulamentares em prol da transição para as energias limpas na UE, através da promoção e implantação de soluções de eficiência energética e de energias renováveis. Dispõem de um orçamento global superior a 100 milhões de EUR, para o qual a UE contribuirá com cerca de 96 milhões de EUR.

 

Sete projetos têm por finalidade criar 16 novos balcões únicos destinados a facilitar a renovação energética de milhares de proprietários de imóveis em cinco países da EU; três projetos ajudarão os agregados familiares a reduzir as suas faturas de energia; seis projetos impulsionarão as comunidades de energia a nível local e regional para investirem na transição energética. Participarão igualmente em projetos de eficiência energética e de produção de energias renováveis, que incluem o aquecimento e arrefecimento comunitários, em toda a Europa. 

 

Mais informações no comunicado de imprensa e no anexo com os projetos que recebem financiamento.